Localize-nos      Missão/Visão/Valores      Iniciativas      Eventos

 
 

 


 
Freguesia de Alcochete
 

RESULTADOS ELEITORAIS


 

 
     
 

A história de Alcochete tem sido muito investigada e contada de várias formas por diferentes autores. Não é, por isso, nossa pretensão disponibilizar mais uma versão dos factos, mais ou menos bem escrita e consistente, do ponto de vista histórico.
 

Neste espaço é possível, ao cibernauta, consultar algumas referências relativas a datas e personalidades ligadas à história da nossa Freguesia.

 


 

Século XIII

 

– D. Sancho II doou a Póvoa de Alcochete à Ordem de Santiago (1224);

 

– No termo de Alhos Vedros, criou-se a paróquia de Nossa Senhora da Sabonha. Esta incluía as Póvoas de Aldeia Galega e Alcochete (1249);

 

Séculos XIV/XV

 

– Vasco Gil Moniz mandou edificar o solar dos Monizes de Lusignano, actual edifício da Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898;

 

– D. João I tinha um paço real em Alcochete.

 

– O infante D. João, mestre da Ordem de Santiago, concedeu a Alcochete o estatuto de sede da Ordem.

 

– D. João II estabeleceu residência em Alcochete, elevando-a a vila.

 

– O infante D. Fernando estabeleceu residência em Alcochete.

 

– Construiu-se a Igreja Matriz;

 

– Nasceu em Alcochete o futuro rei D. Manuel I (1469);

 

Século XVI

 

– D. Manuel I atribuiu carta de foral a Alcochete.

 

– A nobreza instalou-se em Alcochete construindo aqui os seus solares (1515);

 

– É desta época que datam o solar dos Netos, reconstruído sobre fundações do século XV, o antigo solar dos Patos (actual Centro Paroquial de Alcochete), o solar dos Pereiras (actual edifício dos Paços do Concelho), o desaparecido solar dos Condes de Unhão Teles de Menezes, o solar onde funcionou a Biblioteca Municipal;

 

– D. Sebastião concedeu aos oficiais que trabalhavam nos estaleiros de construção naval, em Alcochete, direitos iguais aos dos que trabalhavam na Ribeira das Naus (1547);

 

– Edificou-se a Igreja da Misericórdia (1563);

 

– Afonso Figueiredo mandou edificar a Ermida do Espírito Santo (1577);

 

Século XVII

    

– Data deste século a primeira grande intervenção na Igreja Matriz.

 

– Fernão Patto Correia mandou construir a Casa dos Pattos (solar dos Soydos);

 

Século XVIII

 

– Jacôme Ratton instalou-se na Barroca d'Alva, promovendo o desenvolvimento económico e agrícola da região;

 

Século XIX

 

– Construiu-se, em madeira, a ponte-cais de apoio ao transporte fluvial de bens e pessoas, entre Alcochete e Lisboa;

 

– Construiu-se o Bairro Novo, no aterro da zona denominada Barrocas do Mar;

 

– Construiu-se o Bairro Moyzém (1875);

 

– D. António Luís Pereira Coutinho doou à Câmara Municipal uma área de 14000 m2, destinada a passeio público;

 

– João Ferreira Prego, 1º Barão de Samora Correia, mandou construir um solar em terrenos adquiridos à Câmara Municipal (1837);

 

– Inauguração da Escola Primária Conde de Ferreira (1866);

 

– O concelho de Alcochete é anexado ao de Aldeia Galega (Montijo), por decreto de 26 de Setembro (1895);

 

– Restauração do município, por decreto de 15 de Janeiro (1898).

 
   

 

Junta de Freguesia de Alcochete - 2009 - Todos os direitos reservados - desenvolvido por ACGS